Cirurgia Ortognática

CIRURGIA ORTOGNÁTICA

PROCEDIMENTOS +

A cirurgia ortognática é um procedimento cirúrgico odontológico que tem como objetivo o restabelecimento das funções mastigatórias, respiratórias, articular e estética. A cirurgia tem como objetivo deixar a face mais proporcional nos pacientes que apresentaram um desenvolvimento ósseo fora do ideal. O tratamento envolve a associação de um tratamento ortodôntico com o cirúrgico. Quando o crescimento dos ossos da face está fora dos padrões anatômicos ideais, a cirurgia pode ser indicada. Alguns pacientes apresentam um crescimento aumentado ou reduzido da mandíbula e da maxila. Essas alterações podem ser no sentido horizontal, como queixo grande, prognatismo mandibular, no sentido vertical com um excesso vertical da maxila e apresentar um sorriso gengival (mostra muita gengiva ao sorrir).  Alterações pode ocorrer no sentido transversal, deixando geralmente a maxilar atrésica, menor que a mandíbula. Essas alterações podem esta associadas. Toda pessoa que possui uma desarmonia esquelética facial apresenta um mau relacionamento dos dentes, pois, nesses casos, os dentes adquirem uma posição que camufla, parcialmente, o problema ósseo.

A seqüência do tratamento deve incluir uma consulta com o ortodontista e outra com o cirurgião bucomaxilofacial. Estes devem solicitar os exames necessários, geralmente uma documentação ortodôntica composta de fotos extra e intra-orais, modelos de estudo, radiografias panorâmica, teleradiografia e uma póstero-anterior de face. Em posse desses exames o cirurgião em conjunto com o ortodontista irá realizar o diagnóstico e planejamento do caso.

O planejamento geralmente envolve a instalação do aparelho ortodontico em ambas as arcadas, alinhamento e nivelamento dos dentes antes da cirurgia. O paciente deve comparecer com consultas periódicas de 3 em 3 meses com o cirurgião para o mesmo ir acompanhado o tratamento ortodôntico e interagindo com o ortodontista, nestas consultas são realizados novos modelos de estudo. Após o ortodontista realizar as movimentações dentárias necessárias e os modelos estarem ocluíndo, uma nova documentação ortdôntica é solicitada, juntamente com exames laboratorias e a cirurgia pode ser agendada. A duração do tratamento ortodôntico prévio à cirurgia é de cerca de 1 ano e meio, e durante esse período os dentes têm sua posição corrigida para viabilizar a realização da cirurgia ortognática. Após o procedimento cirúrgico, o tratamento ortodôntico continua por um período que varia de caso para caso, mas geralmente é de cerca de 6 meses a 1 ano.

RODRIGO BOMFIM - CIRURGIA ORTOGNÁTICA